sábado, 27 de novembro de 2010

Motivação em Idosos Praticantes de Dança Sênior - Resumo

O post de hoje é o resumo do meu Trabalho de Conclusão de Curso aceito e apresentado em forma de Poster no Congresso Municipal de Atividade Física e Saúde 2010 realizado pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel) da cidade de Curitiba.


Apresentação de Poster - Congresso Smel 2010

A população de idosos vem crescendo nos últimos anos no Brasil, gerando em nosso país um novo desafio: a conquista de uma estrutura social que proporcione condições para que esta população tenha uma boa qualidade de vida. Para o Educador Físico este fato tem gerado uma grande motivação para realização de novas pesquisas e práticas, visto que um dos fatores responsáveis pela boa qualidade de vida é a prática regular de atividade física. A Dança Sênior é uma modalidade de dança criada para a população idosa, no entanto, tão importante quanto à adoção dessa prática é sua manutenção, ou seja, motivar os idosos a dar continuidade. O Estado de Fluxo é conhecido como sensação ótima de satisfação e bem estar e pode ter influência na manutenção da prática de dança. O objetivo desta pesquisa foi verificar se é possível chegar ao estado de fluxo através da prática de Dança Sênior. Adotamos como procedimentos metodológicos a abordagem qualitativa e realizamos três meses de observações do grupo pesquisado. Ao final deste período foi aplicado um questionário validado, desenvolvido pela autora, contendo 28 questões subdivididas em quatro partes: Identificação, Motivação, Estado de Fluxo e “A Dança Sênior para mim é...” em que as idosas deveriam completar a frase. Para maior aprofundamento do subitem “Estado de Fluxo”, das oito dimensões, optou-se por estudar as três principais: equilíbrio entre desafio e habilidade, metas bem estabelecidas e retorno, por último, concentração total na atividade a ser desenvolvida. A amostra foi composta por 16 idosas com idade entre 59 e 81 anos, praticantes de Dança Sênior. As respostas obtidas foram analisadas e categorizadas utilizando o método de Análise de Conteúdo. Nossos estudos indicaram como principais resultados que o maior fator motivacional na prática da Dança Sênior é o Bem Estar Psico/Emocional, compondo 87,5% da amostragem. Em relação ao Estado de Fluxo na dimensão equilíbrio entre desafio e habilidade, 100% das idosas percebem desafios na modalidade, principalmente na memorização de novas danças (81,25%), 43,75% sempre superam os desafios quando estes aparecem. No aspecto metas bem estabelecidas e retorno, 56,25% praticam com objetivos de melhorar a saúde, 87,5% sentem alcançar seus objetivos com a dança. Quanto ao envolvimento na atividade, 85% relatam se concentrar apenas na atividade. No último subitem foi necessário criação de seis categorias sendo a mais freqüente “Alegria e Bem Estar” citada em 62,5% dos questionários. A partir dos dados obtidos pode-se concluir que a motivação favorece o aparecimento do estado de fluxo, ao mesmo tempo em que o fluxo favorece na motivação. Percebemos também que é possível chegar a este estado através da prática de Dança Sênior, portanto, pode-se esperar que se mantenham motivadas pela sensação ótima de satisfação que o fluxo proporciona. O estudo evidenciou que a motivação é um fator determinante para a continuidade da prática de atividade física, colaborando diretamente para a melhoria da qualidade de vida dos idosos.

Anais do Congresso disponível em
http://www.imap.curitiba.org.br/index.php?option=com_docman&task=cat_view&gid=163&Itemid=90

Nenhum comentário:

Postar um comentário